sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

É TEMPO DE VER O SOL ...


É tempo de ver o sol, ainda que seja noite,
pois sabemos "racionalmente", que o sol não sumiu,
apenas se escondeu para que a lua se exiba no céu.

Então, deixar-se aquecer pela certeza de que a felicidade não sumiu,
apenas deu um tempo para que a tristeza se exibisse,
mostrasse para você que o melhor de tudo é ser feliz,
e que se perdeu um amor, não perdeu a capacidade de amar,
se perdeu um dente, a boca ainda está no lugar,
se perdeu um emprego, a experiência ainda está lá,
se perdeu um parente, outro ficou para cuidar,
se perdeu um sonho, esta noite foi feita para sonhar.

Não se perca de você, este sim, é difícil de achar.
O resto é manter a chama do amor acesa,
pois somos essencialmente feitos de amor,
tudo em nós é música suave, é poesia e calor,
nós é que nos escondemos, nos assustamos, esfriamos.
É tempo de acender tochas amorosas em nós mesmos,
espalhar o amor como semente generosa,
e confiar que no tempo certo, colheremos,
cestos e cestos de flores perfumadas,
perfume de muito valor,
o perfume do amor.


Eu acredito em você ...

Um comentário:

  1. É tempo de ver o sol
    Ver o seu rastro rubro
    Seu rastro cor de sangue
    que inquieta nossos corações
    É hora de acendermos as luzes
    mesmo se tudo estiver apagado se nos lembrarmos do grande
    incandescer que é o sol ele não suplantará nossas almas
    é hora de acordar pra vida
    e perceber que que é bom sonhar
    não quando eles nos impedem de viver
    Pés nos chão, pois eu também acredito em você !

    ResponderExcluir