segunda-feira, 8 de março de 2010

O coração mais BELO


Um jovem que estava no centro de uma pequena cidade, contava pra quem quisesse ouvir que tinha o coração mais belo da região.
Uma multidão cercou o rapaz e admirou o seu coração.
Não havia marca ou qualquer outro defeito.

Todos concordaram que aquele era o coração mais belo que já tinham visto.
Até que, de repente, um velho apareceu diante da multidão e disse:
Por que o coração do jovem não é tão bonito quanto o meu?

A multidão e o jovem olharam para o coração do velho, que batia com vigor, mas tinha muitas cicatrizes.

O jovem olhou para o coração do velho e falou:
O senhor deve estar brincando.
Compare nossos corações.
O meu está perfeito, intacto, e o seu é uma mistura de cicatrizes e buracos.

Sim, disse o velho.
O seu coração parece perfeito, mas eu não trocaria o meu pelo seu.
Cada cicatriz representa uma pessoa para a qual eu dei o meu amor.
Muitas delas também me deram um pedaço do próprio coração para que eu colocasse no meu.
Mas eu cultivo todas as cicatrizes porque me fazem lembrar do amor que compartilhamos.

O jovem ficou calado e lágrimas escorriam pelo rosto dele.
Aproximou-se do velho, tirou um pedaço de seu perfeito e jovem coração e ofereceu ao velho.

Em seguida olhou para o seu coração, agora imperfeito, porém mais belo que nunca. Os dois se abraçaram com carinho e o jovem concluiu:

Como deve ser triste passar a vida
com o coração intacto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário